Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A vida de Sundays

A vida de Sundays

O carnaval e a guerra fria: coisas muito semelhantes.

O carnaval é uma espécie de guerra fria: uma pessoa sai à rua, sabe que está tudo bem mas tem sempre aquele pânico interior na certeza de que, a qualquer momento, vai levar com uma bomba em cima. Hoje tive de ir à faculdade e tive o azar de sair de casa à hora a que os putos saem da escola. Saio do prédio. Sente-se a tensão no ar. Olho à minha volta, não há sinais de perigo, é seguro avançar. Além dos vários miúdos que por ali andavam àquela hora, estavam junto à paragem do autocarro dois rapazes, cada um com o respectivo balãozinho de água. Cruzámos olhares. Mantive a postura. Não dei parte fraca. Entrei para debaixo do cubiculozinho da paragem. Eles ficaram do outro lado, fora da paragem, atrás do placar publicitário. Espreitaram uma vez. Espreitaram outra. "Pronto, já foste, vais ficar encharcada e vais ter de voltar a casa trocar de roupa". Alternativas? "Faço-me de forte e mando um 'ouve lá, não tenho a tua idade!' ou faço cara de carneirinho inocente?". Fiz cara de carneirinho inocente. O carneirinho mais inocente da Terra. Resultou. O autocarro chegou e sai ilesa.

 

O carnaval é isto: medo.