Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida de Sundays

A vida de Sundays

Dela #1 O momento certo

 

E quando se torna cruel conviver com os nossos amores por ser duro o confronto daquilo em que se tornaram com aquilo que idealizámos? Sempre esperei que entendessem aquilo que o silêncio não me deixa dizer. O silêncio é um peso demasiado forte e nunca me deu tréguas. As palavras nunca saem, os actos não acontecem. Deambular pela vida esperando que ela se recomponha sozinha, que encontre o equilíbrio na paz que está para vir. Que a borboleta encontre o seu destino, que as pedras da calçadas se alinhem e recomponham e as árvores aprendam a florescer no inverno. Mas colocar o destino da vida nas mãos do próprio destino é desistir do sentido da vida. E as palavras e os actos que nunca existiram haviam de ter feito tanta diferença no momento certo... O momento certo. Sabê-lo é o mais díficil. E o mais duro. Pode ser a epígrafe de uma nova história ou o início do fim, o virar da página. Mas é preciso sabê-lo, descobri-lo.

 

Tempo de pedir desculpas por dentro por tudo aquilo que não conseguimos ser por fora. Limpar a alma. Começar de novo. Procurar os momentos certos da vida. Persegui-los. Até que a alma doa do cansaço. Mas nada ficará por dizer, por fazer.

 

 

(num registo muito diferente do habitual, às vezes preciso de escrever o que sinto da forma mais livre. Na hora, sem pensar muito. É a minha escrita mais frenética que decido, agora, começar também a partilhar)

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.