Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A vida de Sundays

A vida de Sundays

Chocolate, a quanto obrigas!

A semana passada ouvi falar n'O Chocolate em Lisboa, um evento no Campo Pequeno para promover, nada mais nada menos, do que chocolate. Pois bem, como chocaholica confessa que sou, e menina para conseguir fazer uma uma alimentação equilibrada entre tablets milka, bombons Lindor e sortidos da Nestlé durante, quem sabe, duas semanas, marquei na minha agenda uma visita ao local. Afinal de contas, a entrada de 3€ e a possibilidade de conhecer "alguns dos melhores chocolates do mundo" era convidativa.

 

Sábado, 15h30. Subimos as escadas do metro do Campo Pequeno e começámos a seguir com o olhar a fila que se erguia ao longo de todo o quarteirão que envolve a praça de touros. Não esperávamos tamanha adesão, mas como a fila até estava a andar relativamente rápido, resolvemos ficar. 

 

16h25. Parece que, de repente, a fila começou a andar mais devagar e demorei a chegar à entrada do edifício da praça de touros praticamente uma hora. Pensamento: "Ok, foi quase uma hora de espera, mas já está, já passou. Agora vem a parte boa. Siga para o chocolate!"

 

17h10. Tão ingénua. Pensei realmente que entrar no edifício da praça era sinónimo de entrar no recinto da feira. Naaaaa! Não podia ser assim tão fácil. A fila que víamos cá fora tinha afinal o dobro do comprimento, já que o corredor interior do edifício, que circunda a praça propriamente dita, também fazia parte da mesma. Bonito. Quase duas horas na fila, DUAS HORAS. Fiquei curiosa por saber quantas pessoas teriam ficado naquela fila do demónio se soubesse deste pequeno pormenor! Cheguei ao fim com mais vontade de pagar 3€ por dez minutos num sofá do que propriamente para entrar na feira. 

 

Lá dentro, por muito bonitos e apetitosos que fossem todos os chocolates e mais alguns, o espaço do Campo Pequeno é fisicamente pequeno para suportar tanta afluência. Foi impossível ver as bancas em condições e desfrutar do que era de um evento que tinha tudo para correr melhor. Houve mesmo uma fracção de 20 segundos em que queria andar e simplesmente não me conseguia mexer. Impróprio para fofinhos que sofram de claustrofobias e que tais.

 

Conclusão: 2 horas de fila, 20 minutos de feira.

 

Chocolate, chocolate... Aqui é que tu estás bem, no quentinho do sofá, acompanhado pela bela da mantinha.